Quarta escola a passar pela Sapucaí na madrugada desta segunda (12), a Grande Rio fez um desfile saudoso e cheio de irreverência sobre Chacrinha, mas foi prejudicada porque o último carro quebrou na concentração, a 500 metros da entrada da Marques de Sapucaí.

A escola ficou cerca de 10 minutos parada no início da avenida esperando que a alegoria fosse rebocada para entrar no desfile, o que acabou não acontecendo. A Grande Rio viveu momentos de drama com buracos na avenida.

Por causa dos problemas, a escola não conseguiu terminar o desfile dentro do tempo limite, atravessando o portão da dispersão com 1h20, estourando o tempo em 5 minutos.

A falta do último carro deve custar pontos em alegoria e enredo, e a Grande Rio vai perder pontuação também por ultrapassar o tempo máximo de desfile.

O desfile contou a história de Abelardo Barbosa de traz para frente: do sucesso absoluto na TV brasileira à origem no Recife. Cada carro era como um set de programa do Chacrinha.

- Anúncio -